****Inscreva-se, Curta, Comente e Compartilhe os Vídeos****

Hiperatividade-O que é? Como identificar? Como tratar? Há também adultos Hiperativos.

Olá amores! Como vocês estão hoje? Espero e desejo que estejam muito bem!
Hoje eu quero tratar de um assunto sério e que muitas pessoas tem dúvidas. A "HIPERATIVIDADE"
Algumas meninas me perguntaram sobre esse assunto e queriam saber sobre como identificar de fato quando uma criança tem a Hiperatividade e como tratar?
Então eu resolvi pesquisar sobre o assunto e trazer pra todas vocês nesse post de hoje. Vamos lá! ***
Continuar lendo este post...

Pra começar a falar desse assunto eu pesquisei em dois dicionários online. São eles: 
http://michaelis.uol.com.br/  Hiperatividade: Atividade excessiva ou patológica.

http://www.dicionarioaurelio.com/ Hiperatividade: s.f. Atividade excessiva/ Psicologia Estado de atividade constante e de instabilidade de comportamento, acompanhadas de dificuldades de atenção, que se observam especialmente em crianças.

Foto Nosso Blog Diário Dulcinéia de Sá.

Ou seja, a criança diagnosticada com Hiperatividade é aquela que não consegue ficar quieta um minuto e que se coloca em perigo constante devido sua agitação acompanhada de desatenção.

Neste Site: 
Eu encontrei a seguinte definição: A criança mostra atividade maior que outras crianças da mesma idade. Diz que a criança hiperativa mostra um excesso de comportamentos, em relação as outras crianças, além da dificuldade em manter a concentração, a impulsividade e agitação. A hiperatividade pode ocorrer em diferentes graus de intensidade e seus sintomas vão de leves a graves. 
A hiperatividade pode ter relação ao Déficit de atenção ou não.

Neste outro Site:
http://www.centropsicopedagogicoapoio.com.br/hiperativas-desatentas-criancas/ Diz que é importante ter um diagnóstico preciso se a criança tem mesmo Hiperatividade ou se ela só está passando por um momento Hiperativo em sua vida. Para isso é necessário que se leve a criança a um médico especialista(Neurologista) para que ele faça o diagnóstico, ok? A casos em que a criança precisará tomar remédios próprios para o tratamento da Hiperatividade e ai o médico é quem vai receitar. 

                       
                           Fonte                                                                          Fonte


E neste Site aqui:
http://www.psicosite.com.br/tex/inf/tdah02.htm Encontrei as seguintes formas de tratamento: 
  • Farmacoterapia: é o tratamento de pacientes com medicamentos.
  • Psicoeducação: é uma das primeiras formas de intervenção.
  • Terapia Comportamental: é mais uma forma de intervenção.
  • Mudanças no ambiente da criança.
  • Quando necessário Psicoterapia de Apoio.
Então se seu filho já foi diagnosticado com Hiperatividade leve-o logo ao médico especialista no assunto. Ou passe primeiro no Pediatra dele para que ele lhe encaminhe a um colega profissional na área, ok?

Você sabia que há adultos Hiperativos? Você sabia que Crianças Hiperativas podem ser futuros Adultos Hiperativos? 
Uma criança hiperativa tenderá a ser um adulto hiperativo sim. Quando adulto a pessoa aprende a lidar com suas dificuldades. Mas se for tratada de maneira certa na infância essa pessoa sofrerá menos, com certeza. Caso essa criança não seja tratada adequadamente poderá chegar na fase adulta com depressão já que tudo que faz dá errado e ela se considera um fracasso, mas isso não é verdade.

O diagnóstico de Hiperatividade não é fácil de ser identificado. Por isso requer muita a tenção dos pais. 
No Brasil não há um número relativo a pessoas hiperativas, mas em números americanos é de 3 a 7% da população.

Na minha opinião: Acredito que mesmo crianças com Hiperatividade devem ser ensinadas a se comportarem e a obedecerem os pais, os professores, os vizinhos, e a qualquer outra pessoa seja mais velha ou até mesmo um coleguinha de escola. Devem saber ouvir o SIM e também o NÃO dos pais. Devem ter limites e serem disciplinadas com paciência, carinho e colinho :)
Porque se não forem educadas ninguém vai querer ter por perto, certo?
Essa responsabilidade de ensinar e educar cabe aos pais. Não transmita essas responsabilidades aos professores, aos avós, aos tios, etc.

Ah! E não confunda a Hiperatividade com Rebeldia. Cada caso deve ser tratado adequadamente, ok?

Então amores o que acharam desse post? Vocês já sabiam de forma clara sobre esse assunto? Conhecem alguém de perto que vive com essa situação? 
Me contem nos comentários e vamos trocar idéias. Quero saber das experiências de vocês também!


Beijinhos e até o próximo post!

Algumas das imagens e parte dos textos são de fonte de pesquisa que fiz no Google e estão com seus devidos créditos. Caso os donos das mesmas queiram que eu as retire é só entrar em contato comigo.
Comentários
26 Comentários

26 comentários:

Dulcinéia disse...

Bom dia amores!
Já haviam falar da Hiperatividade? Já sabiam de que forma tratá-la?
Agora já sabem! Ajude-me a divulgar o assunto compartilhando esse post, ok?
Fiquem a vontade para comentar!
Beijinhos e Sucesso a todos!

Anônimo disse...

Dulcinei amei amor esse post,esclareceu bem as minhas dúvidas,pq eu sempre falei q meu filho era imperativo,agora percebo q ele é rebelde mesmo e olha q ele tem 3 anos.Bjos,vou indicar esse post no meu perfil pessoal do Facebook.Bjos!
www.mulherunika.com

Dulcinéia disse...

Obrigada querida! Que bom saber que te ajudou pois a minha finalidade é mesmo ajudar :)
Que legal que você vai indicar! Obrigada!
Beijinhos e Sucesso pra você querida!

Silvana Almeida disse...

Oi Dulce!!
Hiperatividade é algo serio e precisa ser tratado não imaginava no meu caso que a minha pequena poderia ser hiperativa ficarei atenta.
O post ficou muito bom e informativo parabéns pela iniciativa em falar desse assunto tão importante!!
Beijos
http://detudoumpoucosil.blogspot.com.br/

Dulcinéia disse...

Oi Silvana! Que bom que gostou do post amiga!
Mas lembre-se que antes de diagnosticar a sua pequena como Hiperativa, você deve levá-la ao médico(neuro) para que ele a avalie, ok?
Nem sempre a agitação e inquietude é um sinal de Hiperatividade. Há casos em que a criança só quer mesmo chamar a atenção dos outros pra si e isso acontece principalmente quando ela passa pouco tempo com os pais. No caso dos que trabalham fora. Então não tire qualquer conclusão sem a opinião do médico, ok :)
Beijinhos e Sucesso pra você querida!

Nequéren Reis disse...

Amiga que post super maravilhoso você arrasou eu sabia mais
o significado mais os detalhe estava por fora, amei a dica sucesso
Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br

kinha337 disse...

Olá Dulcinéia

Obrigada por todas as visitas.
Passando para desejar boa noite. Esta semana o tempo está super curto.

AMIGA DA MODA by Kinha

Dulcinéia disse...

Obrigada amiga querida! Que bom saber que gostou do post :)
Realmente é um assunto mais profundo do que agente pensa, né?
Beijinhos e Sucesso pra você!

Dulcinéia disse...

De nada Flor!
Seu blog é uma graça e eu amo estar sempre por lá:)
Beijinhos e Sucesso querida!

Khadja Fernanda disse...

oi o pot é maravilhoso mesmo gostei muito flor desejo sucesso e tudo de bom pra vc

http://khadja-fernanda.blogspot.com.br/

Dulcinéia disse...

Obrigada flor!
Beijinhos e Sucesso pra você também!

Gabrielly Rosa disse...

Muito bom! Tenho um parente que sofre deste problema.

Feliz dia da AMIZADE, G.R ♥
http://gabriellyrosa.blogspot.com

Anny Costa disse...

Mt importante e informativo seu post amiga.
Acho que blogueiras devem mesmo abordar assuntos sobre saúde.
Bjim!
ansiedadefeminina.blogspot.com

Samara Lima disse...

Post ótimo, muito importante né?
Adorei saber mais *-----*

http://tudodiferentecomsamaralima.blogspot.com.br/
Instagram - @samaralima_03

Beijos ♥♥

Dulcinéia disse...

Obrigada amiga!
Então com as dicas desse post você poderá até mesmo entendê-lo mais e ajudá-lo também :)
Beijinhos e Sucesso pra você lindona!

Dulcinéia disse...

Obrigada amiga! Muito bom saber a opinião de vocês!
Que bom que você também gostou :)
Beijinhos e Sucesso pra você querida!

Dulcinéia disse...

Obrigada amiga!
É muito importante sim sabermos um pouco mais :)
Beijinhos e Sucesso pra você lindona!

Klyslene Cardoso disse...

Vc falou sobre um assunto muito importante, como minha mãe é pedagoga e eu pegava as apostilas dela pra ler e até estudava junto com ela para as provas rsrs e também trabalhei em escola de Ed. Infantil tive contato direto com crianças hiperativas, depois uma grande amiga teve um filho assim atualmente ele está com 5 anos. Você sabia que as vezes as mães ficam tristes quando a criança toma esses remédios? Porque a criança parece estar dopada, até para brincar ficam desanimadas. As vezes eu não concordo com os efeitos do remédio, sei que tem situações que é preciso mas é difícil quando vc convive com as pessoas assim. Por isso eu sempre indico as terapias, mas até os terapeutas indicam os médicos, que eles por sua vez indicam os remédios.

http://ubbrasil.blogspot.com.br/

Dulcinéia disse...

É verdade amiga que os remédios são um tanto chatos, mas há casos em que a criança realmente precisa deles sabe. E quando elas são tratadas de forma adequada elas convivem melhor apesar dos efeitos dos remédios.
Beijinhos e Sucesso pra você querida!

CRIS MARIA disse...

GOSTEI MTO DE UM PONTO Q ACHEI PRINCIPAL NO POST, QUE CRIANÇA C/ HIPERATIVIDADE TEM QUE SABER SE COMPORTAR, POIS TEM PAIS QUE POR SEUS FILHOS SEREM HIPERATIVOS ACHAM QUE ELES TEM QUE FAZER O QUE BEM ENTENDER E NÃO É BEM ASSIM. BJS BJS
UBBRASIL
http://crismaria2013.blogspot.com.br/

MARIA TOCA DAS ARTES disse...

Faço parte da agenda dos blogs, passei para uma visitinha, adorei o blog e já estou seguindo!!!...Vou adorar te receber no meu cantinho também!!!...
http://tocadasarts.blogspot.com
Te espero lá!!!... Beijos no coração!!!...

Adriana Rocha de Almeida disse...

Olá, sou do agenda dos blogs e vc esta de parabéns pelo post.
www.meninamulhercomglitter.com

Dulcinéia de Sá disse...

É verdade Cris!
Eu tenho visto isso de perto. Inclusive a criança nem foi diagnosticada por nenhum médico e nem toma remédios pra isso, mas os pais insistem em dizer que ela é hiperativa.
Acredito que uma conclusão precipitada não resolve. Mas levar ao médico especilista tanto resolve quanto demonstra o amor dos pais pela criança.
Obrigada pela sua opinião querida!
Beijinhos e Sucesso pra você!

Dulcinéia de Sá disse...

Obrigada Maria! Seja bem vinda aqui!
Pode deixar que vou no seu pra conhecer sim!
Mas, senti falta do seu comentário a respeito desse post!
Beijinhos e Sucesso pra você querida!

Dulcinéia de Sá disse...

Obrigada Adriana!
Beijinhos e Sucesso pra você!

Emely Elizabeth Costa Gonçalves Correa disse...

Oi! Tudo bom? Eu amei a sua dica não sei se tenho isso kkkkkkkkkkkkkkk! Pois eu não paro quieta um minuto, mas não sou tão exagerada assim kkkkkkkkkkkkkkkk!
Beijocas! E parabéns pelo post de hoje! Bay, Bay!

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger... 
OBRIGADA POR TER VINDO AQUI!: NÃO VÁ EMBORA SEM ANTES DEIXAR SEU COMENTÁRIO! FICAREI MUITO FELIZ! VOLTE SEMPRE! BEIJINHOS!

Acompanhe via email

Digite seu endereço de Email:

Delivered by FeedBurner

Publicações na Fan Page do blog

Gente, eu precisava cortar o meu cabelo que já estava sem o corte. E eu estava achando feio já. Mas eu estava com uma...

Posted by Nosso Blog Diário on Sábado, 22 de agosto de 2015